Enviar E-mail Ir para página do Facebook da Consinco Ir para página do LinkedIn da Consinco

E-commerce: sua loja aberta 24 horas por dia

,

0   /   Compartilhar:    

A qualidade da sua atuação no comércio eletrônico está diretamente ligada a uma plataforma especializada para supermercados que atenda todas as necessidades desse segmento e esteja bem integrada ao sistema de gestão (ERP)

 

O e-commerce, ou comércio eletrônico, não para de crescer no Brasil e no mundo. Em nosso país, mesmo com a economia em ritmo lento, ele se expandiu 12% entre 2016 e 2017, segundo o estudo “E-commerce Radar 2017”. No mesmo período, o faturamento saltou de R$ 44,4 bilhões para R$ 47,7 bilhões, alta de 7,5%, de acordo com a 37ª edição da pesquisa “Webshoppers”.

O varejo supermercadista só tem a se beneficiar com a abertura de lojas virtuais. Elas atendem a um público majoritariamente jovem, sintonizado com a globalização da internet e o uso dos smartphones. Interessado em comodidade, facilidade e uma ótima experiência de compra, esse consumidor está se habituando a fazer mais e mais transações por meios digitais. Uma evidência disso é o perfil das vendas realizadas via internet. Anos atrás, a maior parte delas era composta por bens tangíveis, como eletrodomésticos, móveis e calçados. Hoje em dia, artigos como alimentos, produtos de limpeza e de higiene já aparecem com índices significativos.

 

A importância da plataforma certa

 

Um item se mostra fundamental na montagem dessa nova área de negócio: a escolha da plataforma tecnológica que lhe dá suporte. O cuidado deve ser redobrado em função das características próprias do varejo e do atacado alimentar, que atualmente não são bem atendidas por algumas das opções disponíveis.

Um bom exemplo dos aspectos peculiares do e-commerce para supermercados está nos alimentos. Como parte deles é perecível, cuidados adicionais devem ser tomados até a entrega da mercadoria ao cliente. Pelo fato de o produto a ser entregue não ter sido selecionado pelo consumidor, o papel de garantir sua qualidade e integridade fica nas mãos do varejista. Outra área sensível é a dos produtos frios, suscetíveis a problemas de manejo e transporte. Por isso mesmo, depois de serem retirados dos refrigeradores, eles devem merecer atenção especial.

Além disso, é necessário controlar em detalhes a administração de todas as operações realizadas, a começar pelos sistemas de gestão preexistentes. O rigor deve atingir, por exemplo, a gestão de estoque e a logística, as áreas financeira e fiscal, devidamente integradas e funcionando com eficiência. O êxito de tudo isso passa, naturalmente, pelo uso da plataforma tecnológica adequada.

Especializada em sistemas de gestão para redes de varejo e atacado, a Consinco possui duas alternativas nesse sentido que preenchem totalmente as necessidades dos supermercados: as plataformas Consinco E-Commerce e Consinco M-Commerce. Integradas ao ERP Consinco, as empresas usuárias ganham novos canais de vendas, que colocam os mesmos recursos existentes em uma loja física ao alcance dos clientes.

0   /   Compartilhar: